Melhados Advogados é um escritório de advocacia que representa entre outros clientes o Banco Itaú para negociação de dívidas com clientes dessa instituição bancária.
O que podemos analisar desse escritório é a representação do Itaucred no qual utiliza seus conhecimentos jurídicos para mediar essas negociações.
Também prestam assessoria para financiamento de veículos, em alguns casos, fazendo a cobrança, diretamente com o cliente.

Opinião Crítica:
Sabemos que a atividade de cobrança financeira é lícita, porém, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, deve haver um limite no que tange ao respeito da honra do consumidor. Destarte, essas cobranças não podem ser feitas fora do horário comercial, nem ser divulgada para parentes, amigos ou colegas do trabalho. Ao deixar recado, uma empresa de cobrança deve apenas dizer que de interesse do “procurado” em relação que possui com “x” entidade financeira. Evitar expressões como “dívida”, “crédito” e/ou “financiamento”.

Sendo um escritório de advocacia, a preocupação deve ser ainda maior, pois deve zelar ainda pelo Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil.
Saiba que quando você realiza um empréstimo ou um financiamento, seja ele qual for, se o destino dessa operação for de natureza final, então a relação é de consumo. Uma vez atentado os princípios dessa relação, poderá o consumidor denunciar ao Procon, (em casos de cobranças por escritórios de advocacia_ – para a OAB, informando, se possível, o número de inscrição da Ordem do advogado). Poderá ainda, demandar no juizado especial cível mais próximo do domicílio do consumidor, em casos que houver notoriedade quanto ao desrespeito da honra do devedor.

Por fim, havendo entendimento que a cobrança é ilegal, ou existe a cobrança de juros abusivos, deverá o consumidor se dirigir a escritório de advocacia especialista em defesas do crédito consumerista para que uma ação de revisão contratual seja proposta, perante a instituição que financiou o crédito.

Indicação para estudos Jurídicos:
Aos estudantes de direito recomendamos acessarem Saraiva para adquirir livros jurídicos.

Informe sua Opinião

opiniões